Organização base zero: Vida nova em tempos difíceis

September 13, 2018

Sumário executivo

Porque, quando e como as empresas devem partir de uma folha em branco e repensar sua organização a partir do zero.

As organizações são moldadas por diferentes forças ao longo do tempo. Assim, algumas aumentam seu tamanho e complexidade muito além do originalmente previsto e perdem competitividade.

Construir uma nova organização do zero é usualmente visto como um esforço difícil e arriscado. Como resultado, Conselhos e gestores tipicamente terminam modificando o status quo com pequenos ajustes e melhorias pontuais. Embora politicamente mais aceitável, esta abordagem muitas vezes apenas atrasa e reforça a necessidade de uma mudança real.

Após décadas trabalhando com empresas locais e multinacionais, nós acreditamos que, por vezes, uma revisão organizacional integral é muito mais bem sucedida do que uma série de pequenas iniciativas de mudança. Além disso, nós identificamos situações específicas nas quais a utilização de uma “abordagem folha em branco” não é apenas desejável, mas a única solução real. Uma organização base zero pode ser uma ferramenta útil para executivos, não apenas nos casos em que as empresas se tornaram disfuncionais, mas também quando ocorrem descontinuidades no mercado — tais como uma recessão econômica de proporções significativas afetando as receitas ou um concorrente revolucionando a indústria por meio do uso de novas tecnologias.

Embarcar em um redesenho de tal magnitude claramente não é uma tarefa fácil. O envolvimento e o engajamento da alta gestão são críticos. Da mesma maneira, é vital preservar as capacitações diferenciadoras e diretrizes estratégicas da empresa. Se realizado corretamente e no momento oportuno, um exercício de organização base zero oferece melhorias substanciais em termos de eficiência e eficácia e aumenta de maneira significativa a sustentabilidade da empresa a longo prazo.

Download

Organização base zero: Vida nova em tempos difíceis