Melhoria da competitividade da cadeia de suprimentos para o offshore

A indústria de óleo e gás no Brasil vivenciou grandes descobertas. Apesar das oportunidades, a cadeia de fornecedores locais da indústria enfrentou desafios competitivos em relação às empresas internacionais. A Strategy& desenvolveu um amplo estudo visando criar políticas e incentivos para a melhoria da competitividade da cadeia de suprimentos para o offshore.

Resumo/Situação

A indústria de Óleo & Gás no Brasil vivenciou um momento único em função de grandes descobertas. Além do benefício de contar com importante fonte de energia, a produção de petróleo exige grande volume de investimentos para a explotação das reservas. Neste sentido, governos tendem a estimular a demanda local mediante políticas de exigências de conteúdo local.

Este cenário sinalizava grandes oportunidades para a cadeia de fornecedores locais da indústria. Ao mesmo tempo, tendo em vista ser esta uma cadeia global, estes mesmos fornecedores enfrentavam significativos desafios competitivos (preço, tecnologia e qualidade) em relação às empresas internacionais.

Neste contexto a Strategy&, o time de consultoria estratégica da PwC desenvolveu um amplo estudo para entidades envolvidas na cadeia de fornecimento de Óleo e Gás no Brasil, visando criar políticas e incentivos para a melhoria da competitividade da cadeia de suprimentos para o offshore/águas profundas.

Melhoria da competitividade da cadeia de suprimentos para o offshore

Como ajudamos

Como ajudamos

Nossa atuação se baseou em diversas frentes para uma ampla avaliação de políticas e incentivos:

  • Tendências globais da indústria de energia e o consequente papel do petróleo à frente.
  • Avaliação detalhada da posição competitiva da cadeia de suprimentos para o setor de O&G e E&P.
  • Análise de experiências internacionais no desenvolvimento da indústria de O&G, considerando as lições aprendidas a partir dos casos de sucesso e insucesso.
  • Estimativa de investimentos futuros em E&P para a próxima década, baseada em levantamentos de produção de petróleo.
  • Priorização de segmentos da cadeia de suprimentos e definição de segmentos âncoras, com foco no incentivo de políticas.
  • Desenho de políticas públicas para melhoria da competitividade da cadeia de suprimentos de E&P em áreas-foco, como qualificação de mão de obra, investimentos em P&D, custos de infraestrutura, entre outros.
  • Desenvolvimento de cenários de políticas industriais para a implementação de cada proposta/política.

Resultados

O cliente usou o projeto para mobilizar a atenção de todos os stakeholders relevantes da indústria e da cadeia de suprimentos, incluindo os formuladores de políticas públicas, reguladores para o adequado debate das proposições. Essas propostas ganharam também atenção nas discussões e foram levadas aos candidatos à Presidência da República em 2010.

A agenda de competitividade desenvolvida pela Strategy&, o time de consultoria estratégica da PwC se tornou referência da indústria de Óleo e Gás para o tema de competitividade da cadeia produtiva, sendo frequentemente utilizado para tomadas de decisões estratégicas do setor, em especial na discussão sobre a efetividade das políticas de conteúdo local.

Estudos de casos

Estratégia de diferenciação em private banking
Um grande banco universal, com atuação em diversos segmentos de mercado, tinha como objetivo revigorar sua atuação em Private Banking. A Strategy&, o time de consultoria estratégica da PwC apoiou o banco na definição da estratégia de diferenciação em Private Banking para sua atuação nos mercados Onshore e Offshore, definindo proposta de valor e capacitações críticas.